Igor Schneider | MUVIN
Jiu-jitsu

Igor Schneider

Nome Completo: Igor Gregório Schneider

Idade: 25 anos

Altura: 173 cm

Peso: 100 kg

Natural de: São Paulo - SP

Reside em: São Paulo - SP

Biografia

Igor Schneider é lutador de jiu-jitsu há onze anos. Iniciou no esporte com o auxílio de seu pai, pois estava com dificuldades em perder peso. Ele já havia testado diversas outras modalidade e atividades físicas, porém não se dava bem em nenhuma delas. Aos dez anos, quando começou a lutar, sempre pode contar com o apoio do pai, que o incentivava a participar de competições e viajar pelo esporte.

Após todo esse tempo de treino e esforço, Igor orgulhosamente se tornou um grande atleta dentro do jiu-jitsu. Durante os anos de 2010, 2011 e 2012 conquistou o posto de Tetracampeão nos Jogos Panamericanos (IBJJF), nas categorias peso e absoluto. O lutador também é reconhecido como Pentacampeão Brasileiro (CBJJ), pelas disputas dos anos de 2010, 2011, 2013, 2014 e 2015.

Em 2011, ele alcançou o título de Campeão Mundial (IBJJF) e em 2015 recebeu a graduação de faixa preta. "Foram duas grandes alegrias dentro do esporte - a primeira foi quando fui campeão mundial, que era um sonho desde que iniciei no esporte; a segunda foi a graduação na faixa preta, sensação de uma jornada acabando e a mais importante se iniciando, o momento de mostrar do que sou capaz”, relata Igor.

Em 2018 ele se tornou vice-campeão do torneio Word Open (ACBJJ) e em 2019 ficou com a 3° colocação no Campeonato Europeu Absoluto (IBJJF).

Com um treinamento intenso e diário, Igor possui exercícios de cardio, musculação e treinos de jiu-jitsu para as competições. "Quero estar preparado para disputar qualquer competição em alto nível e assim me firmar como um dos melhores do esporte”, afirma.

O atleta comemora a cada disputa, mantendo o foco nas vitórias e em todo o caminho que está traçando dentro da modalidade. Com o objetivo principal de ser Campeão Mundial na faixa preta. O lutador está em constante aprendizado com si mesmo e com o esporte. "O que eu mais gosto é como o jiu-jitsu trabalha meu ego, confiança e perseverança, pois sempre nos encontramos em situações ruins durante uma luta ou um treino, e isso trabalha nosso ego, a fim de nos mostrar que nunca estamos no topo. A confiança que adquirimos em acreditar em nós mesmo todos os dias para ultrapassar nossos limites e a perseverança de continuar após derrotas e frustrações tanto no treino como em competições”, finaliza.

Time Pro Atleta